pensador.info www.emagrecerdevez.com

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

LEONARDO DE CARVALHO CASTELO BRANCO



            Nasceu em 1788 no município de Esperantina. A sua obra principal foi A Criação Universal, publicada em 1856, contendo 4.247 versos, sobre mecânica e astronomia. Foi o primeiro poeta brasileiro a fazer experiências de linguagem científica na poesia.          
Escreveu obras menores como: O ímpio confundido; Santíssimo Milagre e Monólogo, poema que retrata o sentimento por liberdade diante do grito da Independência. Além de poeta e prosador, Leonardo teve seu nome na história devido seu posicionamento político.
Tentou expandir o movimento da Independência do Brasil e esteve à frente da Batalha do Jenipapo em 1823, em Campo Maior, na qual comandou tropa em direção à Caxias do Maranhão levando criadores, fazendeiros, agricultores, domésticos e alguns soldados contra Fidié.
Foi preso e em meio ao sofrimento de prisioneiro, recorreu à proteção de Nossa Senhora das Dores e prometeu-lhe que quando fosse  liberto, mudaria o seu nome em sua honra e assim cumpriu, passou a chamar-se Leonardo de Nossa Senhora das Dores Castelo Branco.
Considerado herói e principal revolucionário da Batalha do Jenipapo.  É Patrono da Cadeira Nº 33 da APAL-Academia Parnaibana de Letras, ocupada por Yeda de Moraes Souza Machado a partir de 06/10/2009.
Fonte: http://www.recantodasletras.com.br/biografias/1822031

Caros internautas

Caros internautas
"A literatura, como toda a arte, é uma confissão de que a vida não basta" Fernando Pessoa

Importante

Importante
Caso alguém seja autor de algum texto ou imagem contida neste blog, e não tenha sido creditada a sua autoria por meu desconhecimento, agradeço que me contatem imediatamente a fim de serem dados os devidos créditos.

Extrato de amora

De todas as postagens feitas aqui, o extrato de amora é a que é mais vista e mais comentada. Realmente há muitos depoimentos favoráveis ao extrato de amora, portanto, sinta-se a vontade para conhecer um pouco sobre os seus benefícios.
Quantos agoras perdemos esquecendo que o risco pode ser a salvação de muitas alegrias de nossas vidas... O medo que nos impede de sermos ousados agora, também está nos impedindo de vermos a linda pessoa que podemos ser. (Clarice Lispector)