pensador.info www.emagrecerdevez.com

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

CINEAS DAS CHAGAS SANTOS




Nasceu em Campo Formoso, município de Caracol, sertão do Piauí, em 20 de setembro de 1948.
Poeta, cronista, intelectual, professor, agente cultural, advogado, editor e livreiro brasileiro. Pertenceu ao Conselho Estadual de Cultura.
Em 1976/1977, fundou junto com o poeta Paulo Machado o jornal alternativo “Chapada do Corisco”.
Proprietário da Corisco (livraria e editora), publicou vários autores piauienses.
Professor de Português e Literatura de várias gerações de estudantes piauienses. Foi um dos idealizadores e organizador do SALIPI (Salão do Livro do Piauí).
Proprietário da Oficina da Palavra e coordenador do grupo A Cara Alegre Do Piauí, projeto de interiorização da cultura – música, literatura e artes plásticas.
Autor da letra do Hino do município de Teresina, em parceria com o músico Erisvaldo Borges, que compôs a melodia.
Foi presidente da Fundação Municipal de Cultura de Teresina (Fundação Cultural Monsenhor Chaves – FMMC).
Apresenta desde 2009 o programa televisivo intitulado “Feito Em Casa“, sobre literatura, arte e cultura centradas na realidade local piauiense.
Fonte: https://pt.wikipedia.org

Caros internautas

Caros internautas
"A literatura, como toda a arte, é uma confissão de que a vida não basta" Fernando Pessoa

Importante

Importante
Caso alguém seja autor de algum texto ou imagem contida neste blog, e não tenha sido creditada a sua autoria por meu desconhecimento, agradeço que me contatem imediatamente a fim de serem dados os devidos créditos.

Extrato de amora

De todas as postagens feitas aqui, o extrato de amora é a que é mais vista e mais comentada. Realmente há muitos depoimentos favoráveis ao extrato de amora, portanto, sinta-se a vontade para conhecer um pouco sobre os seus benefícios.
Quantos agoras perdemos esquecendo que o risco pode ser a salvação de muitas alegrias de nossas vidas... O medo que nos impede de sermos ousados agora, também está nos impedindo de vermos a linda pessoa que podemos ser. (Clarice Lispector)