pensador.info www.emagrecerdevez.com

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Gula lasciva



Árvore do desejo, Umbelina M. Gadelha

Quando  te conheci nenhuma
Sombra turvou meu olhar .
Naquele momento agradeci
Ter nascido.  Em meu peito
Estremeceu  o delicioso pavor
De ser livre para   te amar
Sem posse.

Por um instante permiti-me
O fogo da paixão
Ensandecida consumir-me .
E o faiscante desejo de sentir teu corpo
Cobrindo o meu . Devorando  e sendo
Devorado pelos teus beijos
Selvagens, mas doces.

Senti a sensação da gula lasciva ,
Da ávida troca de carícias
Lúbricas  tornando-me passenta
E quis voar para além do infinito
No instante
Em que me cri tua

 Desejei ser a essência do ser
 Fui  sim. Até o fim.
Evadi-me  ao mergulhar gemendo
Entre lençóis  esconsos  no quase
Silêncio ciciante sentindo
A  “sensação suprema dos mortais” -
FRENÉTICOS AIS.
(Umbelina Marçal Gadelha)

Caros internautas

Caros internautas
"A literatura, como toda a arte, é uma confissão de que a vida não basta" Fernando Pessoa

Importante

Importante
Caso alguém seja autor de algum texto ou imagem contida neste blog, e não tenha sido creditada a sua autoria por meu desconhecimento, agradeço que me contatem imediatamente a fim de serem dados os devidos créditos.

Extrato de amora

De todas as postagens feitas aqui, o extrato de amora é a que é mais vista e mais comentada. Realmente há muitos depoimentos favoráveis ao extrato de amora, portanto, sinta-se a vontade para conhecer um pouco sobre os seus benefícios.
Quantos agoras perdemos esquecendo que o risco pode ser a salvação de muitas alegrias de nossas vidas... O medo que nos impede de sermos ousados agora, também está nos impedindo de vermos a linda pessoa que podemos ser. (Clarice Lispector)