pensador.info www.emagrecerdevez.com

sábado, 5 de maio de 2012

A linguagem da cor


 Quando eu faço a leitura dos desenhos dos meus alunos, faço também a leitura das cores de suas preferências e eles não entendem como posso "acertar" tantas coisas sobre eles. É que as cores,  exercem grande influência sobre nós ou dizem muito da nossa personalidade e o desenho também nos revela. É isso aí meninos, eu não adivinho não, apenas leio teus desenhos.

  A linguagem da cor


“Quando pinto verde, ele não significa grama, e quando pinto o azul ele não significa céu.” (Henri Matisse)

Matisse, Harmonia em vermelho


A palavra e a imagem são importantes instrumentos na comunicação. No mundo  em que vivemos, a imagem faz parte da grande variedade de linguagens que possuem códigos próprios (elementos utilizados para criar mensagens).
 
Inquietude e talvez aumento de temperatura do nosso corpo e do ambiente.
Em todos os países do mundo, o vermelho significa perigo e sinal fechado para o trânsito, além de ser a cor do carro de bombeiros e da cruz de uma bandeira com grande significado que simboliza: a bandeira da Cruz Vermelha.
É a cor que mais se destaca visualmente, por isso é utilizada em alarmes, torres e faróis.

Picasso, Pobres à beira-mar (1903)
Azul – a mais profunda das cores; melancólico, o azul pode acalmar, tranqüilizar, refrescar, entristecer.
 Miséria, solidão, tristeza

“O vermelho vivo atrai e irrita o olhar, como chama que o homem contempla irresistivelmente. O amarelo limão errante, depois de um certo tempo, fere o olho, como o som agudo de um clarim perfura os tímpanos. O olho pisca, não consegue suportar e vi mergulhar nas calmas profundezas do azul ou verde do mar”. Wassily Kandinsky (1866-1944), pioneiro da pintura abstrata pura.


A cor, além de ser um elemento decorativo, artístico e estético, é expressão.

“Alguns homens vêem as coisas como elas são e perguntam: Por quê?  Eu sonho com as coisas quem  nunca foram e pergunto: Por que não? (Bernard Shaw (1865 – 1950)

Para os egípcios o azul era a cor da verdade, além de simbolizar a idéia de superioridade, da morte e dos deuses.  (Ventrela e Arruda, p. 71)

“As minhas cores são gritos do meu instinto. É preciso mais heroísmo para obedecer aos nossos instintos do que para morrer num campo de batalha. Com meus azuis e vermelhos puros, quero incendiar a escola de Belas Artes, para criar um mundo inteiramente novo, puro e livre”.  Maurice Vlaminck (1976-1958).

Caros internautas

Caros internautas
"A literatura, como toda a arte, é uma confissão de que a vida não basta" Fernando Pessoa

Importante

Importante
Caso alguém seja autor de algum texto ou imagem contida neste blog, e não tenha sido creditada a sua autoria por meu desconhecimento, agradeço que me contatem imediatamente a fim de serem dados os devidos créditos.

Extrato de amora

De todas as postagens feitas aqui, o extrato de amora é a que é mais vista e mais comentada. Realmente há muitos depoimentos favoráveis ao extrato de amora, portanto, sinta-se a vontade para conhecer um pouco sobre os seus benefícios.
Quantos agoras perdemos esquecendo que o risco pode ser a salvação de muitas alegrias de nossas vidas... O medo que nos impede de sermos ousados agora, também está nos impedindo de vermos a linda pessoa que podemos ser. (Clarice Lispector)