pensador.info www.emagrecerdevez.com

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Será que eu já estou na meia idade?


E você?
Quando começa a meia idade? Meia idade para quê?
Você sabe quando começa a “meia idade”? Não?
Nem eu.
Ao pé da letra, meia idade seria a metade do tempo de vida de uma pessoa, se ela soubesse quantos anos iria viver como isso é impossível... E ainda existem algumas variantes que alterariam esta previsão, como por exemplo, o tipo de vida que levamos; os riscos aos quais nos expomos; os cuidados que temos com a saúde; e outras ‘cositas mas’. Mesmo assim a meia-idade ainda seria relativa, pois cada um de nós tem uma constituição física diferente. Além do mais, a idade depende também do estado de espírito de cada um, do seu índice de tolerância, do seu humor, dos seus relacionamentos, de sua profissão e da sua espiritualidade.
Então como vamos saber se estamos entrando na meia-idade?
Para isto, basta observar alguns sintomas que somos acometidos no nosso dia-a-dia. Por exemplo: quando algumas partes do nosso corpo doem e outras não funcionam; quando estamos dispostos a fazer alguma coisa e nos damos conta de que não podemos; quando quem nos avisa pra ir mais devagar é o nosso médico e não o guarda de trânsito; quando nos debruçamos para amarrar os sapatos e nos perguntamos: o que mais eu poderia fazer enquanto estou aqui embaixo? Quando o trabalho deixa de lhe dar prazer e o que lhe dava prazer começa a dar trabalho; quando sentimos vontade, mas não lembramos exatamente do quê; quando jantares a luz de vela não são mais românticos porque não conseguimos ler o cardápio; quando apagamos as luzes da sala por economia e não para criar um clima romântico; quando diante de uma roupa linda na vitrine, olhamos o preço na etiqueta e decidimos que é melhor guardar o dinheiro na poupança para uma emergência; quando, ao pentear os cabelos, sentimos que eles sumiram e os poucos que sobram estão brancos; quando, em vez de fazermos careta para o espelho, ele é que faz para nós; quando tudo aquilo que a mãe natureza nos deu, o pai tempo começa a levar; quando paramos de criticar a geração mais velha e começamos a criticar a mais nova; quando sabemos todas as respostas e ninguém nos faz uma pergunta; quando diante do olhar fixo de alguém, pensamos que estão querendo uma informação mas, na verdade, estão apenas nos querendo dizer que nossa camisa está pelo avesso; quando começamos a esquecer os nomes das pessoas e de fechar o zíper depois de ir ao banheiro; quando tentamos alisar as rugas das nossas meias e percebemos que estamos sem.
Outras maneiras de nos balizarmos neste intervalo de tempo para sabermos se entramos na meia idade é prestando atenção às estórias que contamos ou ouvimos nos contarem, principalmente, quando elas começam com a frase: No meu tempo ...


Será que já passei da meia idade?Texto adaptado. Desconheço o autor.



Caros internautas

Caros internautas
"A literatura, como toda a arte, é uma confissão de que a vida não basta" Fernando Pessoa

Importante

Importante
Caso alguém seja autor de algum texto ou imagem contida neste blog, e não tenha sido creditada a sua autoria por meu desconhecimento, agradeço que me contatem imediatamente a fim de serem dados os devidos créditos.

Extrato de amora

De todas as postagens feitas aqui, o extrato de amora é a que é mais vista e mais comentada. Realmente há muitos depoimentos favoráveis ao extrato de amora, portanto, sinta-se a vontade para conhecer um pouco sobre os seus benefícios.
Quantos agoras perdemos esquecendo que o risco pode ser a salvação de muitas alegrias de nossas vidas... O medo que nos impede de sermos ousados agora, também está nos impedindo de vermos a linda pessoa que podemos ser. (Clarice Lispector)