segunda-feira, 6 de outubro de 2008

OS GANSOS

Você sabe por que gansos quando voam, voam sempre estabelecendo uma formação V?
DESCOBERTAS CIENTÍFICAS
FATO: À medida que cada ave bate suas asas, ela cria uma sustentação para a ave seguinte. Voando em formação “V” o grupo inteiro consegue voar pelo menos 71% a mais do que se cada ave voasse isoladamente.
VERDADE: Pessoas que compartilham uma direção comum, com senso de equipe, chegam ao seu destino com mais facilidade e rapidez, porque elas se apóiam na confiança que têm umas nas outras.
FATO: Sempre que um ganso sai fora de formação ele repentinamente sente a resistência e o arrasto de tentar voar só e rapidamente retorna à formação para tirar vantagem do poder de sustentação da ave imediatamente à sua frente.
VERDADE: Existe força, poder e segurança em grupo, quando estamos viajando na mesma direção com pessoas que compartilham de objetivos comuns.
FATO: Quando o ganso líder se cansa ele reveza indo para a traseira do "V" enquanto outro ganso assume a ponta
VERDADE: É vantajoso o revezamento quando se necessita fazer um trabalho árduo
FATO: Os gansos de trás grasnam para encorajar os da frente e manterem o ritmo e a velocidade.
VERDADE: Todos nós necessitamos ser reforçados com apoio ativo e encorajamento.
FATO: Quando um ganso adoece ou se fere e deixa o grupo, dois outros gansos saem da formação e o seguem para ajudá-lo e protege-lo. Eles o acompanham até a solução do problema e então reiniciam a jornada os três ou juntando-se à outra formação, até encontrarem o grupo original.
VERDADE: Precisamos ser solidários nas dificuldades.

GANSOS - uma metáfora onde solidariedade nas dificuldades é fundamental para o sucesso da jornada.

A CONSTRUÇÃO DO GRUPO

Um grupo se constrói através da constância, da presença de seus elementos de rotina e de suas atividades. Um grupo se constrói no espaço heterogêneo das diferenças entre cada participante:

  • Da timidez de um – do afobamento do outro;
  • Da serenidade de um – da explosão do outro;
  • Do pânico de um – da sensatez do outro;
  • Da serenidade desconfiada de um – da ousadia do risco do outro;
  • Da mudez de um – da tagarelice de outro;
  • Do riso fechado de um – do sorriso aberto do outro;
  • Dos olhos miúdos de um – dos olhos esbugalhados do outro;
  • Da lividez de um – da “encarnação do outro”.
  • Um grupo se constrói, construindo vínculo com autoridade e entre iguais.
  • Um grupo se constrói na cumplicidade:
    Do riso;
    Da raiva;
    Do choro;
    Do medo;
    Do ódio;
    Da felicidade;
    Da lealdade;
    Do prazer.

    Quem acompanha e coordena um grupo deve ter uma idéia do caminho que esse grupo vai fazer. Assim ele garantirá que o grupo em um espaço de tempo seja não só chamado, mas também conheça a sua própria situação, descubra a comunidade, perceba como é a sociedade, a conjuntura maior que o cerca e como cada pessoa pode interferir, percebe sua vocação e seu projeto de vida.
    Vanildes Gonçalves dos Santos & Lourival Rodrigues da Silva . Assessores da casa da Juventude Pe. Burnier, Goiânia – GO

Caros internautas

Caros internautas
"A literatura, como toda a arte, é uma confissão de que a vida não basta" Fernando Pessoa

Importante

Importante
Caso alguém seja autor de algum texto ou imagem contida neste blog, e não tenha sido creditada a sua autoria por meu desconhecimento, agradeço que me contatem imediatamente a fim de serem dados os devidos créditos.

Extrato de amora

De todas as postagens feitas aqui, o extrato de amora é a que é mais vista e mais comentada. Realmente há muitos depoimentos favoráveis ao extrato de amora, portanto, sinta-se a vontade para conhecer um pouco sobre os seus benefícios.
Quantos agoras perdemos esquecendo que o risco pode ser a salvação de muitas alegrias de nossas vidas... O medo que nos impede de sermos ousados agora, também está nos impedindo de vermos a linda pessoa que podemos ser. (Clarice Lispector)