Me adicioaram


pensador.info www.emagrecerdevez.com

segunda-feira, 28 de março de 2011

o Barroco Europeu

Prometido é cumprido, garotada. Não esqueçam que precisam pesquisar para ampliar os conhecimentos. Boa leitura. 
O êxtase de Santa Teresa, de Bernini
 Contexto histórico  
A Europa enfrentava profundas crises de ordem política, econômica e social. Período marcado por extremos conflitos espirituais: o cristianismo da Idade Média travava batalha com o racionalismo do Renascimento, resultando em uma arte de antagonismos.

A arte barroca (1600-1750) conseguiu ser o mais suntuoso e ornamentado da história da arte acoplando a técnica avançada e o grande porte da Renascença com a emoção, a intensidade e a dramaticidade do Maneirismo.

Termo de origem portuguesa aplicado para designar  pérola de formato irregular ( nas artes é pejorativo para indicar linhas enroladas ou  irregulares, que se opunham à rigidez do estilo renascentista).

Como causa do movimento barroco, pode-se citar a Contra-Reforma que fez a sociedade reagir contra as tendências pagãs do renascimento através da arte.

Apesar de ter sido um estilo internacional, percebemos sua maior força entre países como a Itália, Espanha e Áustria, não tendo atingido muito os países protestantes como a Inglaterra.

Da Europa, o barroco irradiou-se para a América Latina, onde permaneceu durante um século.

Principais características
  • A perspectiva aérea aprimora a ilusão de profundidade. Tentativa de representar o infinito
  • A teatralidade das obras, o dinamismo, a  urgência,  o conflito e o forte apelo emocional.
  • As formas desobedecem às leis lógicas
  • Composição em linhas diagonais, provocando intensamente a sensação de movimento.
  • Equilíbrio assimétrico causando dinamismo na composição
  • Grandiosidade, volume luz e sombra .
  • Linhas curvas contorcendo-se em espiral.
  •  Mistura de diversos gêneros artísticos
  • Perfeição técnica do desenho e da representação do corpo humano
  • Qualquer temática poderia ser acompanhada de uma revoada de anjos.

Arquitetura
Basílica de São Pedro
A arquitetura barroca prevalece sobre as demais manifestações artísticas. E está inteiramente interrelacionada à escultura.
Características: exterior simples, em oposição ao interior opulentamente ornamentado, com  valorização do entalhe;  altares e retábulos luxuosamente ornamentados com  policromia e aplicação de ouro;  fachadas simples com frontões  triangulares modificadas por curvas e volutas; preferência pelo uso de cúpula e tetos pintados de forma a dar efeito de espaço para o céu
Principais arquitetos: Borromini, Guarini , Maderno e Bernini.

Escultura
A escultura contribui para a estética da arquitetura através de movimentos. As esculturas barrocas mostram faces humanas marcadas pelas emoções, principalmente o sofrimento. Os traços se contorcem, demonstrando um movimento exagerado. Predominam nas esculturas as curvas, os relevos e a utilização da cor dourada.
Apolo e Dafne, de Bernini
 Características da escultura: curvas e contracurvas, dramaticidade, drapeados, emoções, espirais, exagero de detalhes e movimento e expressividade da figura humana.
Principal escultor: Gian Lorenzo Bernini - arquiteto, urbanista, decorador e escultor.
Pintura

A ceia em Emaús, de Caravaggio

Os contrates fortes de luz e sombra movendo o espaço pictórico, linhas em espiral criando um ritmo dinâmico, através de um movimento em cadeia sempre contínua marcam a pintura barroca.

Características da pintura barroca
  •  Acentuado contraste de claro-escuro (expressão dos sentimentos) - era um recurso que visava a intensificar a sensação de profundidade.
  • Composição assimétrica, disposição dos elementos em diagonal - que se revela num estilo grandioso, monumental, retorcido, substituindo a unidade geométrica e o equilíbrio da arte renascentista.
  • Escolha de cenas no seu momento de maior intensidade dramática.
  • Expressão exacerbada dos sentimentos
  • Figura saltando do fundo escuro
  • Linhas curvas
  • Várias figuras em um mesmo quadro
  • Temas: Em países católicos, como Flandres, a arte religiosa florescia, ao passo que nas terras protestantes do norte da Europa, como a Inglaterra e a Holanda, as imagens religiosas eram proibidas. Em conseqüência, a pintura tendia a naturezas-mortas, retratos, paisagens e cenas do cotidiano.
O jardim do amor, de Rubens

  • Música: principais compositores: Bach, Haendel, Vivaldi e Rameau.
  •  Dança: o ballet ganha importância, principalmente, com Luís XIV, na França.
O triunfo da divina providência, de Andrea Pozzo
Bibliografia

FARACO, Carlos; MOURA, Francisco. Língua e Literatura. Adaptação do texto Reinaldo Dias.  Ática Vol.1 6. Ed., 1983
PROENÇA, Graça. História da arte. São Paulo: Ática, 2000.
STRICKLAND, Carol.  Arte Comentada: da pré-história ao pós-moderno.  Rio de Janeiro: Ediouro, 1999.

Para saber mais


Extrato de amora

De todas as postagens feitas aqui, o extrato de amora é a que é mais vista e mais comentada. Realmente há muitos depoimentos favoráveis ao extrato de amora, portanto, sinta-se a vontade para conhecer um pouco sobre os seus benefícios.
Quantos agoras perdemos esquecendo que o risco pode ser a salvação de muitas alegrias de nossas vidas... O medo que nos impede de sermos ousados agora, também está nos impedindo de vermos a linda pessoa que podemos ser. (Clarice Lispector)